sexta-feira, 25 de maio de 2012

Fred: "O Fluminense é a minha vida"


Fora do jogo, capitão sofre e declara seu amor ao clube

Photocamera

Um dos primeiros a chegar ao vestiário, após eliminação da Taça Libertadores da América, o atacante e capitão Fred, ausente por causa de uma lesão na coxa direita, fez questão de receber os companheiros de time e passar uma palavra de incentivo. 

“Nestas horas não tem muito que dizer. Este é um grupo fechado por tudo o que já passamos. A base é a mesma desde 1999. Tentei dar uma palavra de incentivo, mas não adiantou muito. Está todo mundo chorando”, disse em entrevista exclusiva a repórter Carla Matera, da Super Rádio Tupi e do Superesportes. 

Fred disse que se sente orgulhoso do seu time. 

“Esse grupo é exemplo de dedicação, nós sabemos que isso acontece no futebol, mas a galera, dentro do possível, está tranquila, pois a gente olha um no olho do outro e sente orgulho da luta, do esforço. E tenho certeza, pela reação das arquibancadas, que torcida também tem consciência disto”, afirmou. 

O capitão tricolor revelou que sofreu por não poder entrar em campo. 

“Sou um péssimo torcedor, fico nervoso, antes do fim eu já queria deixar o estádio, não queria saber como terminaria... Dói não poder estar em campo e ajudar os meus companheiros. Dói até mais do que a coxa”, garantiu e finalizou com uma declaração de amor. 

“O Fluminense é a minha vida. Há muito tempo criei laços com o clube, com a torcida... Aqui é a minha segunda casa. Quero voltar o mais rápido possível para poder ajudar os meus colegas e dar alegria para os torcedores”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário